Conheça a diferença entre Automação Fixa, Programável, Flexível e Integrada

O foco da automação da produção industrial está no aumento da qualidade do produto final, na confiabilidade e capacidade produtiva, além da redução de custos. Mas, você sabia que existem três tipos de automação?

Foi pensando nisso, que decidimos falar neste artigo, um pouco mais sobre as características de cada tipo, suas vantagens e quando é mais adequado a aplicação de determinado tipo de automação industrial. Vamos conferir?

Automação Fixa

Este tipo de automação industrial tem como característica a rigidez da configuração do equipamento, ou seja, uma vez criada uma determinada configuração de controle, não é possível alterá-la sem reconfigurar totalmente os equipamentos e sistemas. 

Mas, apesar da relativa inflexibilidade, a automação fixa é ideal para altas demandas de produção, realizando tarefas específicas. Isso porque existe um bom ganho em termos de eficiência e taxa de produção, além da redução do custo por unidade produzida.

Este tipo de automação é usado principalmente na produção com sistemas de fluxo contínuo, como oficinas de pintura, processos de destilação, linhas de transferência e transportadores.

Automação Programável

A automação programável é um ótimo facilitador para processos produtivos que necessitam da produção de diferentes produtos. Ferramentas, máquinas e sistemas podem ser reprogramados para cada lote de produção. Por isso, é fundamental um bom planejamento de produção, pois a reconfiguração demanda tempo. 

Esse tipo de automação pode ser utilizado em produções de fábricas de papel, laminadores de aço, robôs industriais etc.

Automação Flexível

Já a automação flexível, é capaz de gerar uma determinada variedade de produtos. A reconfiguração é rápida e fácil, promovendo maior agilidade na diversidade de produção, podendo produzir várias combinações de produtos sem a necessidade de organizá-los em lotes separados. Um exemplo desse sistema de automação são veículos guiados automaticamente.

Automação Integrada

A automação industrial integrada envolve uma automação total das fábricas, onde todos os processos funcionam sob a coordenação do processamento digital de informações e controle do computador. Ou seja, neste tipo, o sistema é totalmente automatizado, sob o controle de computadores. Desde o processo de design até o despacho, tudo é integrado e automatizado. Até mesmo os equipamentos são manuseados pelos robôs.

Como escolher a automação ideal para a sua empresa?

Para escolher o tipo de automação industrial ideal para a sua empresa, é necessário levar em consideração as condições de trabalho, requisitos de trabalho e custo de mão de obra.

Leia também: Automação pneumática: o que é, aplicações e benefícios

Além disso, entender e conhecer os tipos de automação industrial também é importante para fazer a escolha certa! E a sua indústria, já utiliza algum tipo de automação? 

Referência em produtos e serviços para automação industrial, com mais de 200 produtos adaptáveis em nosso portfólio, a Tünkers atua no mercado há mais de 20 anos, oferecendo tecnologias de automação personalizadas e inovadoras para diversos segmentos. 
Clique aqui para falar com um de nossos especialistas!