Quer saber como otimizar os processos de produção da sua indústria, melhorando o tempo gasto e reduzindo custos com um CLP (Controlador Lógico e Programável)? Então, acompanhe essa leitura até o final.

Controlador Lógico Programável (CLP): o que é?

O Controlador Lógico Programável é um equipamento de controle industrial que possui hardware e software ajustados para melhorar o desempenho de atividades industriais, automatizando, controlando e monitorando máquinas, processos específicos ou linhas de produção. 

O CLP é projetado para atuar em diversos ambientes de uma indústria, suportando sujeira e poeira, altas temperaturas, ruídos e vibrações. Além disso, o equipamento é bastante flexível e possibilita interface com outros dispositivos.

Um pouco sobre a história do CLP

O Controlador Lógico Programável foi criado inicialmente para a indústria automobilística no fim da década de 1960, nos Estados Unidos. Ele surgiu para substituir os painéis de relés e controlar os sensores e atuadores por meio de uma programação pré-definida. Seu maior objetivo era sanar a dor relativa às produções de grande porte e necessidades distintas.

Automação de processos industriais

O controlador pode ser utilizado em linhas de produção como as de montagem, em indústrias automobilísticas, construção civil, automação predial, farmacêuticas e gráficas, por exemplo. 

Isso porque, ele é utilizado para comandar e monitorar vários tipos de máquinas, funcionam recebendo informações de sensores e dispositivos, processando dados e controlando atuadores e dispositivos conforme foi programado, O CLP pode registrar os dados em tempo real, como: temperatura de operação, produtividade e até iniciar e interromper um processo. 

Leia também Como montar uma linha de produção eficiente

Outro ponto importante de destacar é que o CLP conta também com versões virtuais de teste e avaliação, onde os programas podem ser testados, validados e corrigidos, poupando tempo e otimizando o processo de produção.

Como o CLP funciona?

Entradas: que recebem os sinais analógicos e digitais do sistema. 

Saídas: que recebem a informação do CPU e enviam para o processo que deverá ser executado.

Dispositivo de programação: que recebem as informações das entradas, executam o programa e indicam para as saídas o que deve ser realizado. Para isso, conta com processador (que executa o programa) e memória.

Quais são as vantagens do CLP em uma linha de produção?

  • São programáveis, permitindo alterar os parâmetros de controle;
  • Representam menor custo para circuitos complexos;
  • Apresentam interface de comunicação com outros CLPs e computadores de controle;
  • Produção eficiente;
  • Monitoramento on-line, permitindo o acompanhamento dos processos em tempo real;
  • Manutenção com o próprio CLP indicando a existência de erros;

Agora que você já sabe a importância do CLP para a automatização dos processos de fabricação, que tal aperfeiçoar sua produção e estar sempre à frente de seus concorrentes? A Tünkers pode ajudar!

Fale com nossos especialistas 

Os produtos de Automação Tünkers são desenvolvidos e preparados para receber toda a tecnologia CLP da sua empresa. 

Ficou interessado? Está precisando aumentar a produtividade na linha de produção da sua empresa? Conheça os módulos de automação Tünkers e solicite uma visita de nossos consultores. 

Módulos de automação Tünkers